Projeto Nosso Amiguinho na Escola

O projeto Nosso Amiguinho na Escola, está completando 58 anos. Está presente em todo o Brasil, de norte a sul. Participe com sua escola do Projeto Nosso Amiguinho: Shows Musicais, Teatrais, palestras e outros eventos do Nosso Amiguinho. Projeto Nosso Amiguinho
Se você é professor(a) ou deseja receber mais informações sobre a revista Nosso Amiguinho basta que você CLICK AQUI

segunda-feira

Bonecas - folclóricas e tradicionais

Em Olinda, no Carnaval, integrando os folguedos do frevo, as ruas se enchem com bonecos gigantes, os bonecos de Olinda, movidos por um folião, alguns deles retratando figuras típicas ou famosas - sendo alguns por si próprios já famosos, como os tradicionais Homem da Meia Noite e Mulher do Dia.
Ainda em Pernambuco, são confeccionadas miniaturas em barro cozido, retratando cenas do cotidiano sertanejo, das quais as mais famosas e valorizadas são as do mestre Vitalino, de Caruaru.
No Maracatu Nação, maracatu de baque virado, a calunga é uma boneca que compõe o cortejo.
No Rio de Janeiro, a Cooperativa Abayomi produz as bonecas abayomi, a partir de sobras de pano reaproveitadas, feitas apenas com nós, sem o uso de cola ou costura, de tamanho variando de 2 cm a 1,50 m, sempre negras, representando personagens de circo, da mitologia, orixás, figuras do cotidiano, contos de fada e manifestações folclóricas e culturais.
Também no Brasil, bonecos recheados são queimados, após uma grande surra, representando Judas Iscariotes, no folguedo conhecido por Malhação de Judas.
No Algarve existe a Maia, uma boneca grande, confeccionada de palha e trapos, com vestes brancas, em que a 1 de maio os moradores deixam no centro da casa, cantando e dançando à sua volta.
Conjunto de Matrioshkas.
No sul da França, especialmente em Tarascon, existe a Tarasca (do francês tarasque), boneco com aparência de um ser monstruoso, exibido no Pentecostes.
Na Rússia, as bonecas denominadas Mamuschka ou Matrioshka são as mais representativas. Na verdade, são um conjunto de bonecas de tamanhos decrescentes, geralmente feitas em madeira de tília e muito coloridas, e que são guardadas umas dentro das outras.
As bonecas de Quioto são as mais tradicionais e belas do Japão, verdadeiras peças de enxoval. Também são tradicionais as bonecas de madeira conhecidas como Kokeshi.
No Japão o Hinamatsuri é uma das principais festas típicas, e consiste na exposição de bonecos representando o Imperador, a Imperatriz e a Corte, com o teor supersticioso de afastar o mal.
Bonecas de pano ou palha, em Portugal por exemplo, são um tipo de artesanato representativo da cultura popular.
No Vietnã existe o tradicional Teatro Aquático de Fantoches, secular apresentação com bonecos, que "atuam" sobre a água e com pequena orquesta, cuja existência esteve ameaçada de desaparecimento e foi resgatada na década de 1980.
Na Alemanha, mais precisamente na região de Erzgebirge (a leste, vizinho à República Tcheca), a produção artesanal do boneco quebra-nozes, largamente usado como enfeite natalino, constitui-se em importante manifestação cultural
Fonte: Wiipedia Livre



Nenhum comentário: